terça-feira, 27 de outubro de 2009

REDE DJTALD+ EM PARCERIA COM A RÁDIO A VOZ DO PARQUE - HISTÓRIA DA ORIGEM

Apresentado em conferência virtual em  II COLÓQUIO MATOGRO-GROSSENSE DE EDUCOMUNICAÇÃO E I SEMINÁRIO VIRTUAL DE PRÁTICAS EDUCOMUNICATIVAS #6educom3sul #coloquioeducom #2coloquioeducom



REDE DJTALD+
Escolas Chico Mendes (início) + Ana Íris do Amaral + Victor Issler + Lauro Rodrigues




Proposta por Jesualdo Freitas de Freitas, professor e radialista, em 2004.

Logotipo/memorial descritivo
Visando agregar os conceitos de comunidade, integração, participação, interdisciplinaridade e diversidade cultural junto ao público alvo (crianças e adolescentes, alunos das quatro escolas participantes, situadas na Zona Leste de Porto Alegre, fazendo este público parte da mesma periferia), o logotipo e o conjunto da marca podem ter seus elementos explicados da seguinte forma:

Logotipo: A imagem acima é o logotipo da Rádio DJtald+, e pode ser utilizada sempre que necessário for, criando uma alternativa barata para representar a instituição, uma vez que possui apenas uma cor. Pode ter a cor invertida para aplicação em fundo preto. A fonte foi ajustada para obter máxima eficácia no seu propósito: transmiti a idéia de algo feito com trabalho “braçal”, o esforço das pessoas que o estão “pintando”, de integração da comunidade, uma expressão cultural, como o grafite o é nas ruas.
Marca padrão/memorial descritivo
Bitmap – O padrão Bitmap de imagens se baseia em pixels, o que significa que, quando esticamos uma imagem, ela se deforma. Esta marca padrão serve para impressões em jato de tinta, laser, etc. Aquelas de uso mais comum pela rádio). Uma imagem em Bitmap, como a do fundo da marca, não pode ser impressa por técnicas que utilizem a seleção de cores sólidas. Como a serigrafia, devido ao fato de que são milhões de cores utilizadas. Utiliza sempre que possível a marca padrão, portanto, com as técnicas de impressão anteriormente citadas.

Marca – A forma geométrica lembrando um losango desequilibrado, com suas “rebarbas” e cores representando novamente o grafite para a identificação com o publico, vizam representar a instabilidade da infância e da juventude. A facilidade de influência do fato social que transforma estes adultos em bonecos da sociedade, levando-os aos caminhos mais perigosos.

Para sustentar este formato instável, foi adicionado a linha grossa abaixo, que além de equilibrar visualmente a peça, também tem a função de representar a escola, como suporte a esta instabilidade. A estabilidade que a escola busca inserir na vida dessas pequenas pessoas. A cultura, os valores e os princípios propagados pelo microfone antigo, símbolo maior das rádios, com sua irradiação de som, cultura e interdisciplinaridade.
Marcus Freitas Neves, publicitário, sintetizou o projeto na logomarca e no texto acima, perfeitamente.


SLOGAN: QUEM OUVE, MELHOR VÊ!
video
O David Soares Lopes é a autoridade para explicar
o slogan que surge de sua presença, forte, na rádio.














Abaixo: Roda Rádio DJTALD+.

Curtametragem presente da colega Profª Gislaine Frota na Turma CP1, no ano de 2007. Mostra a escola, os alunos fazedores de rádio, a CP1 e seus projetos. Ação que continua na escola... É uma felicidade o trabalho da gente ganhar um curtametragem. http://www.myspace.com/djtaldemais
video




Hoje a rádio é conhecida na escola, e mesmo como Rede tem-se afirmado, mas no começo não foi assim. O começo é sempre difícil... Quem ousa acreditar que o pensamento se tornará matéria, paga caro mas materializa. Feliz de quem inverte o processo e torna o preço qualidade do produto. A rádio me ensinou esta ferramenta.

Com o projeto "pronto", precisava comunicar aos colegas, mesmo porque, invadiria o recreio e apoio ao novo e, não apenas novo, mas abrangente, era necessário. Então recebi um tempo para explicá-lo em reunião pedagógica. Expliquei duas vezes e ouvi que eu falava demais, embora meu tempo tivesse sido 3 e 5 minutos. Cansei de ouvir que falava demais, e com certeza, não tinha a nitidez de hoje para tratar de um projeto tão amplo de forma objetiva, e ainda, influenciado pelo ensino da História que nos torna complexos na compreensão do tempo.

Mais uma vez o fazer rádio me brinda. Com ele desenvolvi objetividade para a profundidade. Decidi que a própria rádio explicaria sua essência e consegui cunhar pérolas que as registrei com honra. Com três vinhetas a rádio se auto-explica, são elas: "DJTALD+ diversidade cultural, diverdidade musical", "DJTALD+ a galera no rádio", e, "DJTALD+ quem lê, melhor fala, melhor ouve, melhor vê!". A partir destas chegamos ao slogan: "DJTALD+ quem ouve, melhor vê!". Com esta ação partimos para a construção de vinhetas com os alunos, que criaram várias aqui publicadas nos áudios e vídeos.


Rede, a idéia que surge no princípio
Tão importante e tão difícil. Tão perto, tão longe.
Meu esforço era grande, o impacto eu considerava grande, os adolescentes não! Essa rádio é Frau! Era necessário algo impactante ao alvo interessado, melhor destinado. Então a ousadia, às vezes, refúgio dos aflitos, propus a expansão para as escolas Ana Íris do Amaral e Victor Issler . Eureca! Bingo! Era isso! Ir às escolas, amplidão física, preenchimento de preferência adolescente. Começava assim, pela razão física, o nascimento prático de uma uma importante rede de escolas desta comunidade,via cd. Gravávamos cds com músicas e locuções para rodar nestas escolas.
Início na Chico Mendes - fotografias veja em outra postagem, neste blog.
Histórico - construindo
Eu tinha chegado naquele ano (2004) à escola Chico Mendes. Havia uma proposta de realizar projeto para utilização do Ambiente Informatizado, em convênio realizado por SMED/UFRGS
[http://ecsic.lec.ufrgs.br/paginas2004/projeto_73 RECREIO DJ(tal) D+] . Eu queria utilizá-lo, mas de melhor forma em relação a tudo que já havia feito. Me sentia num abismo profundo. Já havia tentado em 1998 realizar vídeo editando de videocassete para videocassete, cheguei a realizar uma proeza junto com uma colega de Educação Artística na escola Saint' Hilaire. Depos na escola Villa Lobos orientei uma peça de teatro sobre trabalho infantil com uma turma de SEJA, apresentamos algumas vezes na escola e no Parque Saint' Hilaire, no Institut de Educação Gen. Flores da Cunha e na Câmara de Vereadores pelos 10 anos do ECA-POA, foi um bom trabalho, com bastane crescimento para os alunos e para mim. Mas se dissipou rápido como caraterística de SEJA. De atividades mais
comuns estava brigado até com cópias xerox
que sempre eram imprecisas em prazo de
entrega ao professor ou apagadas demais e sempre poucas. Queria eu tentar algo absolutamente diferente. Observando os recursos da escola além do Ambiente Informatizado havia um amplificador de som, um microfone e possibiliades de conectá-los a um microcomputador. E começou a ter forma um projeto de pesquisa na internet e outras formas de expressão do resultado em áudio e gráfico. Eu, particularmente, etava mais interessado no áudio, afinal de contas, na minha percepção de então, era algo efêmero, imaterial, e já e antes dissipável, agradaria ao meu momento interno de nadar contra a correnteza, rebeldia saudável dizem uns.
Relatado na imgem, ao lado, que apresenta diálogo com a colega de rádio da rede, Ana Laux.I mportante, e faço questão e aqui homenagear a meória da colega Mírian que me falava que me respondia à pergunta: o que a escola mais precisa?

o que eu pretendia equacionar
via sala de aula, era necessário, dizia ela, um projeto para o recreio ampliado na nova organização pedagógica da ecola e que contribuísse em sua humanização. Daí surge o projeto como Recreio DJtalD+. A Rádio tornaria todo o recreio digital quando da apresentação de um mesmo tema consultado na web e expresso em forma de música e de produção gráfica. Como passaram a chamar a rádio de Rádio Recreio percebi que deveria investir no nome da rádio e passamos a utilizar somente RÁDIO DJTALD+. Com muito mais a contar, iniciamos o prjeto na escola Chico Mendes.


Veja ianda em outra postagem,
neste blog:
parceiros e claboradores
entrega de cds
david soares lopes
estúdio SA
recreios culturais
locutores da Chico na Ana e na Victor
Participação nas conversações
aniversarios da Chico

Início na Ana Íris do Amaral - fotos: festa junina dia dia da família , veja em outra postagem

Propus à direção da escola a participação de alunos na DJTALD+, para construir uma rede e tendo como referência na escola a Coordenação Cultural. A direção aceitou e a Coordenadora Cultural no momento era a Profª Professora Maria Luiza (2006 e 2007), com o encaminhamento de os alunos participarem de oficinas na Chico Mendes.Este processo se deu com a ida de alunos da Chico Mendes na Ana Iris em sábados letivos. Oficinei alunos na própria Ana Iris e gravamos um RAP vencedor de uma gincana sobre ecologia. Este rap fez parte do Cd da rádio e rodou na A VOZ DO PARQUE.Em 2008 houve na escola a designação do Prof. Paulo Durgante para a coordenação da rádio. Na sua coordenação, os aluns participaram das Conversações Internacionais 2008 no Cais do Porto de Porto Alegre.

Início na Victor Issler - fotos: recreios, formações na Bilbioteca, veja em outra postagem

Propus a direção da escola a participação de alunos na DJTALD+, para construir uma rede e tendo como referência na escola a Coordenação Cultural. A direção aceitou e a Coordenadora Cultural no momento era a Profª Professora Professora Sandra Hassiedel (2006) e posteriormente a Professora Cíntia Votto (2007). Os alunos participaram em oficinas na Chico Mendes. Havia em 2006 alunos que participaram, por algumas vezes, nas oficinas e também participaram das Conversações Internacionais 2006.Os alunos da Chico Mendes participaram em alguns recreios na Victor Issler. Um dos recreios juntamente com colegas da Ana Íris. Estas ações ocorreram em 2006 e 2007.Em 2008, a Professora Margareth Emília Azevedo, que trabalhava na Biblioteca Portal da Leitura com a “Hora do Conto” atendeu solicitação para contribuir com a oficina da rádio. Nesta organização oficinei os alunos do elenco da Hora do Conto, que passou também a ser o elenco da rádio, e gravamos um Cd com locuções originais e poesias e poemas de autores da nossa literatura. Esta gravação também rodou na A VOZ DO PARQUE. Os alunos participaram das Conversações Internacionais no Cais do Porto de Porto Alegre em 2008.Em 2009 assume a coordenação da oficina de rádio o Professor Altemir de Oliveira. Nunca antes trabalhara com rádio foi por mim oficinado juntamente com os alunos e deslanchou a produção com Cd gravado em maio com várias locuções originais. Em junho gravou cd alusivo ao dia dos namorados, com poesias de autores de nossa literatura, escolhidas pelos alunos, evidenciando que a rádio vingou na Victor Issler.

Início na Lauro Rodrigues - foto

Ao apresentar o Projeto Alunos em Rede na escola Lauro e falando de minha experiência na DJTALD+ houve uma reflexão de que os alunos da Lauro também freqüentam o Parque Chico Mendes e têm, boa parte deles, o hábito de conferir a página da escola na web.Disto resultou a entrada da Lauro na Rede DJTALD+ em novembro de 2008. Amplia-se esta rede na Zona Leste.

A VOZ DO PARQUE - fotos: parque...
Por iniciativa do Poeta, Sr. Jair Gonçalves, roda no Parque Chico Mendes (cerca de 27ha) aos domingos. Morador e líder comunitário do Bairro Mário Quintana, nos conhecemos pelo fazer rádio. Combinamos a parceria e colaboramos mutuamente para a produção e divulgação no Parque e nas escolas das produções da DJTALD+. Excelente parceria documentada neste blog no item A VOZ DO PARQUE e que incentiva alunos e seus familiares que ouvem-se no parque, completando com a fala de crianças e adolescentes o ambiente de laser tornando-o também cultural, cabe fazer justiça e noticiar que o Parque Chico Mendes tem apresentado um viés cultural há vários anos, sendo palco de inúmeras ações culturais das associações comunitárias que se somam na busca da preservação da natureza e construção da paz e cidadania. Estas ações, há mais de dez anos, tem contribuído significativamente para o melhor convívio na comunidade, constituída inicialmente de grupo oriundos de várias partes da cidade com imensas diferenças identitárias. Hoje a comunidade tem outra cara, garantem lideranças do local.


A Rede DJTALD+ hoje
Com o Projeto Alunos em Rede que propõe, via Inclusão Digital/ SMED-POA, um aquecimento na campo da linguagem de rádio, na construção de rede e, em hardware e softerware, para desembocar na construção da rede de alunos virtual e presencial a Rede DJTALD+ se beneficia no campo da interatividade de seus professores e alunos e contribui na construção da rede de alunos no Projeto Alunos em Rede. Confira em outras postagens deste blog a produção atual das escolas da Rede DJTALD+.

Nenhum comentário:

Postar um comentário